10 de setembro de 2009

1º de Abril!

O elevador subia o mais lento possível,
me dando tempo para me olhar no espelho,
ofegante, mas contente por estar em casa,
nesse dia escaldante.
Com um tranco,
o elevador pára e abre a sua porta,
revelando a visão conhecida
de uma outra porta.
Ansioso, toco a campainha
com mil pensamentos borbulhando,
e espero que abram a porta.
Toco a campainha novamente,
e espero que alguém apareça.
Impaciente, toco o humilde botão
da campainha sendo grosseiro,
e espero mais cinco minutos
sem resposta.
Para o meu desgosto,
não há ninguém em casa,
e só o que eu faço
é sentar no chão gelado,
de costas para o meu lar,
a encarar a outra porta, do elevador,
que já se fechara.
A luz sensorial do cubículo estranho se apaga,
e, agora, o que eu mais espero
é que alguma das portas se abra.

18 comentários:

Karina Kate disse...

Que medo de ficar fora de casa, ainda mais no ecuro!
belo post!

Caroline Mendes disse...

Bem legal seu texto. Hoje mesmo quase fiquei trancada do lado de fora de casa... Mas consegui entrar pela porta de trás XD

Andrew disse...

o meu elevador me dá medo..parece q vai cair..

cara meu blog é ocrononauta.blogspot.com

, Miima disse...

Amei o poema...
O dia dia pode ser fascinante né?!!

Seu blog é muito bom!

Já virou link no meu!

Beeeijos

Camaleão disse...

Eu fico muito puto quando eu fico sem a chave e não tem ngm em casa, mas essa situação foi pior ainda
abrass

Nova Quahog disse...

oii joaoooo!!

bulanabula disse...

Hum... Esses lances de elevadores e portas que não se abrem ao tocar a campainha, sempre dão algum suspense!

Jeferson Assis disse...

Cara, tira uma cópia da chave pra ti..kk

Abraços.

Inez disse...

Nada como a casa da gente, quando por algum motivo não podemos entrar dá uma tremenda angustia.

Rafa disse...

Caraca belo poema...

Minha experencia em elevadores lentos costumam ser mais frustrates viu
Adorei o blog

Fábula “vampírica”...ou seria “vampirista”, quem sabe até “vampiresca”!
Olá!
Acabo de postar no meu blog o texto Fábula “vampírica”...ou seria “vampirista”, quem sabe até “vampiresca”!
Para acessar o texto o link direto é
http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/09/fabula-vampiricaou-seria-vampirista.html
Cemitério das Palavras Perdidas
http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/

Karin disse...

Muito bom^^

http://www.esquisiticesdanet.blogspot.com/

Mazane disse...

Já passei pela experiência(infeliz) de ficar pra fora de casa e é péssimo. gostei do teu texto, parabéns!!!

Rafa disse...

Vc escreve muito bem... Precisa atualizar o blog viu, muito bom

O príncipe bêbado e a plebeia equilibrista – Um encontro marcado
Olá!
Acabo de postar no meu blog o texto Fábula
Para acessar o texto o link direto é
http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/09/o-principe-bebado-e-plebeia.html
Cemitério das Palavras Perdidas
http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/

Virgínia Leane disse...

É muito bom você visitar esse blog . Ótimo ótimo . Parabéns !

Thiago Damião disse...

Bom post

Valério Br Jogos e Animes disse...

Eitaaaaaa
essa ai gostei boa em ^^

Andressa Deronsio disse...

Ótimo texto!adorei o blog, parabéns!
=)

beijoos e sucesso pra ti!

Francis Vaz disse...

Gostei do post, mas apesar de tudo isso ser tão cansativo era 1ª de abril, ainda bem.

Bom seus post me fazem pensar muito cara, realmente muito.

Abraços!

______________________________
http://bremfoco.blogspot.com