30 de agosto de 2010

Bique

Em uma mão, minha caneta preta.
Sua tinta rija desenvolve traços certeiros
no papel, intensa na cor que a caracteriza
aos que de longe a vêem lisa pois macia,
brilhantemente bem escrita.

Na outra, caneta de um azul frio inconvincente
tem carga completa, embora descreva palavras
secas pelo tempo e oscilantes a cada letra,
ora esboço ora robusteza. Foscos são os traços que,
além disso, também quase furam o papel.

Nas mãos, duas canetas.
Uma azul e uma preta.

50 comentários:

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Bacana... lembrei dos tempos de escola. Caneta Bic... rsrsrs
Gostei do blog.
Posso seguir?
deixa resposta lá!
http://evesimplesassim.blogspot.com/

BeijO*-*

yuri disse...

Gostei desse seu devaneio! Escreve,escreve!
ashusauhuhsa

Victor Bertão disse...

Poema bem escrito, divertido e bastante criativo,afinal, duvido que alguem tenha tido a idéia de escrever algo tão inovador, simplesmente com "uma bic".

Parabéns pelo blog, de verdade
mesmo.

Se puder, me visite.

Abraçoss

Bruuh Fevers disse...

Muito legal,divertido
Adorei ;))

http://imodelblog.blogspot.com/

Elmo Freitas disse...

Pow!
Fantástico!

Juηiøя - ลи†эиล∂๏ disse...

da hora mano curti o blog

visitem o blog Adolescente Antenado !
http://adolescente-antenado.blogspot.com/

lihu. disse...

a bic faz testes em animais ._.
mas ficou legal o post ;)

-te sigo

1001 Filmes e seriados disse...

PARABENS PELO TEXTO.. É BOM!!

ABRAÇO

Os Literatos disse...

Oi. Boa noite.

Bom, cada autor possui sua própria estratégia para transmitir seus sentimentos em seus textos. Você,ao que me parece, recorre à troca de cores. Para emoções mais fortes, caneta preta, para emoções mais tênues, caneta azul.

Bom, preferiria que essa oscilação sentimental fosse transmitida por meio de uma coesa combinação de palavras. Mas já que você escolheu esse método, OK.

CristaL. disse...

Hahaha Como uma pessoa vai tirar uma poesia de uma simples caneta!
Mto bom cara!! parabéns... O verdadeiro poeta procura nas coisas simples sua inspiração...

Mas que eu prefiro caneta azul, prefiro!

Abraço!

www.brincandodefazerpiada.blogspot.com

Loverocklive disse...

O preto e o azul fariam uma bela escrita.

Caroline disse...

Gostei, embora acredite que cada um que ler esse poema terá a sua propria interpretação!

Mikael Moraes disse...

escreve bem, parabéns
http://mikaelmoraes.blogspot.com

Wendell Amaro disse...

Cara que idéia hein ?
Trasnmitir o qeu sente pela cor da caneta (ao menos foi isso que entendi), com um tom forte e outro mais fraco, alternando nas palvras, muito legal mesmo !

http://enorah.blogspot.com/

Arlan Souza disse...

é deveras interessante a quantidade de sentimentos, segredos, confissões e tantas outras coisas que podem existir por entre algumas linhas.
Este está cheio de pontos de vista, depende somente de quem o lê.

belo blog.
Abs

Gui disse...

Escreve mt bem cara...
Ta de parabens com o blog.. ;D

Alexandre Terra disse...

caneta bic é classica! mt bom o texto

enricows disse...

Muito muito bom...você consegue postar seus sentimentos, de uma forma interessante!
Parabéns pelo blog!

Daniel disse...

Muito legal o texto, cara!! Parabéns... Tirar poesia de uma caneta é sinistro! Abraço!

www.brincandodefazerpiada.blogspot.com

V disse...

Bonito blog, nao deu tempo de ler mais, mas eu provavelmente volto mais tarde!


Passa no meu pra dar uma conferida e deixar um lembrete pra voltar aqui se tiver um tempo!

http://teuculazarento.blogspot.com/

Sandro Batista disse...

Nossa, que poesia é essa heim!?
Muito, mas muito bem escrita, e a forma com que vc fez a analogia das cores da caneta, para mostrar o conflito de idéias. Enfim, BRILHANTE!

Abração

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Carla Reichert disse...

Vc escreve muito bem.
Gostei do título, quase um trocadilho. Muito criativo.

KGeo disse...

quantas canetas bique você já acabou na sua vida?

Nicelle Almeida disse...

Olá...gostei mto do seu blog e tb do seu texto. Parabéns pela criatividade =)
Me visita tb? Ficarei mto feliz =)
www.nicellealmeida.blogspot.com

William Cascaes disse...

A Bic é a melhor! Já escrevi muitas cartas apaixonadas com a Bic azul. :P

http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

lucas André disse...

bacana

Andre disse...

Duas canetas, uma ideia, um sonho, várias vidas, muitos destinos ...
Um risco pode afetar muitas vidas, não faz distinção de cor, azul, preta, vermelha ou mesmo verde ...
Cada mão segue um caminho, os traços podem se encontrar, uma união de traços, vidas, destinos ...

Muito legal o blog! Parabéns!!!

Marcus Alencar disse...

É criativo mesmo elaborar que, como dizem, faz parte do imaginário das pessoas mesmo que se trate de uma marca de caneta muito conhecida. E nas suas palavras, você meio que dá vida ``ela`` de um jeito diferente.
parabéns
gostei muito

neetho b. disse...

adorei cara, parabéns.

Amanda Dias disse...

haha, muito boom. Gostei muito.
Parabéns, super imaginário, mas verídico algumas vezes (não sei se me entende).
beijos, tô seguindo!

http://gerandodiasmelhores.blogspot/

Patrícia Hollanda disse...

Vc escreve muito bem. parabéns, nunca vi um poema q descrevesse tão bem uma bic

Net Esportes disse...

gostei do contexto e do final, nas rimas faltou ordem .... blog muito bom, vou votar em vc no blogbooks ...

Fernando disse...

Jão,
És um poeta nato!

Abs,
seuanonimo.blogspot.com

Mateus disse...

Para mim, você não falou simplesmente das canetas. Há algo de sentimento envolvido. Gosta da caneta preta, para as coisas da vida. Seria a azul uma caneta "do mal"? Uma caneta que você usaria em situações de extrema tristeza, ou raiva?
Gostei muito do poema.
Abraço

saudeecompanhia disse...

Gostei dos significados subentendidos que você colocou para cada caneta.

palavras ao vento disse...

uma simples caneta nas mãos pode fazer a diferença em tudo...criar storia...um poema...uma canção;;;

Inez disse...

Duas canetas, duas cores distintas, riscos diferentes, a dualidade das emoções.

Michel Carvalho disse...

Curti a analogia com as canetas. A arte da poesia é pra poucos. Parabéns!!!

Quando puder visite meu blog;

http://midiacidada.blogspot.com

Abs!

Calcanhar de Aquiles disse...

Com a bic e as cores eu senti a dor do artista.

Abração amigo sempre.

lucyano-jorge disse...

Grande analogia
Abraço!
http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

joyce figueiredo disse...

que maneiro, adorei o blog *-*

Francorebel disse...

Rebuscado e interessante, gostei!

Karla Hack disse...

Sensacional.. Arrasou na analogia e no encanto!
;D

Mr. Rickes disse...

Bela homenagem a essa extensão do corpo do poeta. Uma vez ouvi a história sobre como foi infentada a caneta esferográfica. Foi uma invenção quase descartada, que teve como base batatas.

0/

Marcela disse...

Olá,

Gostei bastante da sua propriedade de argumentação. Tenho algumas nostalgia com as canetas bique.
Sucesso com o blog!

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

Giovani Iemini disse...

bic tem qualidade.

Anônimo disse...

Ai João, não pude deixar de associar esse texto com vc e seus desenhos, e claro, aquele jeito q vc os faz! (: kkkkkkkkk. Ficou ótimo.
Julia Vital.

Dorgas Manolo disse...

Bom blog Brother (Y)
Sucesso,Abraço!

Marina disse...

Esse seu texto tá GENIAL. orgulho :D

MikaelMoraes disse...

kra, vc é fera... acho q já te disse isso... brinca fácil com as palavras.

bom, já é a segunda vez que passo aqui para ler e comentar... retribui aê campeão!!!!

visita lá e comenta tmbm pra gente continuar visitando aqui, gostando siga q t seguiremos

http://mikaelmoraes.blogspot.com