23 de abril de 2013

Final de Abril

Meio que não anda
meio que não fala
meio que veio
a quem tende a vir
e mesmo vindo
pode não ter vindo
já que alguns podem
e outros não.
Meio que pode
meio que não pode
como quem tem certeza
e depois ilusão
ou carinhos que vêm
e se perdem
ou mesmo não vêm
e continuam perdidos
em fazer e desfazer
ou deixar de fazer,
deixar pra depois,
pra um minuto seguinte
que vai chegar
e chega como um minuto qualquer
e nada é desfeito
pois nunca feito.
Quando chega
passa.
Meio que passa.
Se não passa
então não podia ter chegado
e não chegou.
O carinho pode se perder
pode meio que passar
meio que vir
meio que estar
e ficar na cabeça

de quem faz as coisas pela metade
ou não faz
ignora
deixa de ver
finge que não vê
fecha os olhos
tapa o nariz
tranca a boca
etc

Um comentário:

Anônimo disse...

Excelente texto, vc deveria levar a uma editora e publicar um livro.Que tal essa idéia? Vc. tem idéias brilhantes......